Veja quanto grandes nomes do Fortnite ganham por hora

O cenário competitivo do battle royale é um dos mais rentáveis do mundo


O Dexerto.com apontou, recentemente, que o Fortnite se tornou famoso por fazer crianças e adolescentes ganharem muito dinheiro, principalmente por causa da Copa do Mundo em julho de 2019, que distribuiu US$ 30 milhões (R$ 113 milhões, na cotação da época). No 1º de abril, uma calculadora de ganhos encerrou o mistério a respeito de quanto alguns desses jovens jogadores recebem por hora de jogo.

No universo do Fortnite, explica o Dexerto.com, o que realmente conta são os dinheiros recebidos em competições, que distinguem os melhores do mundo no caminho rumo à glória. É isso o que os aspirantes todos almejam quando começam a jogar e foi aí que entrou o Fortnite Tracker, uma conta no Twitter ligada a uma ferramenta de mapeamento desse tipo de faturamento.

Para calcular, eles simplesmente dividiram os ganhos online de alguns jogadores pelo número de horas jogadas. Isso significa que boa parte desse faturamento não inclui as boladas recebidas em torneios como a Copa do Mundo, DreamHack e outros em formato de LAN.

Veja uma lista montada com base no post deles:
Ryan “Chap” – U$62.11/hr ( R$ 325,16/hora)
Kyle “Bugha” – US$94.93/hr (R$ 496,99/hora)*
Evan “cented” – US$97.79/hr (R$ 511,96/hora)
Rocco “Saf” – US$120.77/hr (R$ 632,27/hora)
Dominick “UnknownxArmy1x” – US$138.21/hr (R$ 723,57/hora)
Jonathan “yung calculator” – US$180.88/hr (R$ 946,96/hora)
Dmitri “Mitr0” – US$188.36/hr (R$ 986,12/hora)
Anthony “ZexRow” – US$248.70/hr (R$ 1302,02/hora)
* Se contabilizada a Copa do Mundo, Bugha recebe US$ 3,846.07/hr ( R$ 20.147,45/hora!)

Seria interessante ver o resultado de gente como Tyler “Ninja”, Turner “Tfue”, Nick “NICKMERCS” ou Kyle “Mongraal”, que estão entre os maiores nomes do jogo no mundo. Streamers como eles podem, inclusive, não ter ganhos tão elevados por horas jogadas, mas certamente não estão muito preocupados, já que o grosso de seus faturamentos vêm de criação de conteúdos em plataformas de streaming.

Até mesmo o campeão da Copa do Mundo, Bugha, tem boa parte dos seus ganhos advindos dos conteúdos que produz em suas streamings e no Youtube, mesmo após a bolada recebida. A Epic Games investiu pesado em recompensas para que leva o Fornite bem a sério e, não à toa, o battle royale é o segundo da história em quantidade de dinheiro distribuído nos campeonatos, mesmo tendo sido lançado em 2017.