Time russo de CS:GO que treina com strippers vence Fnatic e viraliza

O qualificatório aberto para o DreamHack Masters Spring de 2021, a ser disputado em formato on-line na Europa entre 29 de abril e 9 de maio, trouxe uma série de zebras. Os brasileiros da MIBR, por exemplo, foram surpreendidos logo em sua segunda partida ao perderem por 16 a 9 na Train para os búlgaros da ex-Tenerife Titans, time sem org que sequer está listado no ranking da HLTV. Ao todo, mais de 400 times iniciaram a disputa mas apenas quatro restaram para jogar o qualificatório fechado.

Outros nomes grandes, como a ENCE, org vice-campeã do Major de Katowice em 2019, Dignitas e forZe também caíram precocemente e perderam a chance de disputar o evento principal, que distribuirá uma premiação de 250 mil dólares (cerca de R$ 1,4 milhão em conversão direta).

Cabeça-de-chave número 1 da disputa, a Fnatic foi talvez a maior de todas as zebras e deu adeus bem cedo ao perder por 16 a 13 para os russos da GROND, que contam com uma história curiosa. Eles viralizaram no twitter após uma gravação de os jogadores ao lado de strippers durante um treinamento. O evento inusitado foi revelado pelo pro player eslovaco da Team GamerLegion Patrik “Zero”, que publicou a gravação abaixo nas redes sociais.

Em tom de brincadeira, Zero ainda recomendou a Julian “Morxzas”, chefe de operações da GamerLegion, que copiasse a fórmula nos treinos da equipe.

Além do resultado esportivo, o treino, digamos, inusitado da GROND ainda gerou uma repercussão muito maior do que qualquer ação da organização russa, que conta com pouco mais de 200 seguidores no Twitter. A publicação de Zero havia gerado mais de 2 mil curtidas e quase 300 retweets na rede social até este sábado (06/03/2021).