Pro player de Valorant quebra silêncio dois dias após ser acusado de abuso

Sinatraa usou apenas quatro linhas para negar as alegações da ex-namorada

Acusado de abuso sexual e psicológico pela ex-namorada Cleo Hernandez, o pro player de Valorant Jay “Sinatraa”, 21 anos, se manifestou publicamente nesta quinta (11/03/2021), dois dias após ter sido exposto. Suspenso pela Riot Games, desenvolvedora do FPS, e pela própria equipe, a Sentinels, o jogador usou apenas quatro linhas para dizer que “se recorda do relacionamento de forma diferente do que ela” e negar que tenha agredido a jovem.

“O que concordamos é que não foi saudável para nós dois. Eu peço desculpas a Cleo e me arrependo de como as coisas terminaram”, escreveu o rapaz, que afirmou também ter cooperado com as investigações em andamento e entregado áudios e vídeos mencionados pela ex-namorada no relato dos supostos abusos.

O ‘exposed’

O caso estourou na última terça-feira (09/03/2021), quando Cleo Hernandez usou seu perfil no Twitter para publicar um relato de nove páginas contando situações de sofrimento físico e psíquico durante seu relacionamento com o pro player. Dentre outras coisas, ela afirmou que Sinatraa não aceitava interromper relações sexuais e costumava obrigá-la a ter intimidade com ele. “Eventualmente, eu preferia dizer ‘sim’ e ficar parada até ele terminar do que lutar contra ele para dizer não”, escreveu.

A Riot Games abriu, nessa quarta-feira (10/03/2021), uma investigação interna sobre as alegações de crime sexual contra Sinatraa e o suspendeu do Valorant Champions Tour 2021. O time do jogador, Sentinels, também anunciou a suspensão dele durante as apurações sobre o caso.