FalleN faz quatro clutches incríveis em seis dias; Veja

Partidas pela Pro League e FLASHPOINT trouxeram o que o awper brasileiro tem de melhor

Gabriel “FalleN”, aos 28 anos, é um veterano do CS:GO e líder da MIBR. Em um momento de retomada da equipe, cuja formação é bicampeã de Major, ele tem liderado o time com performances individuais absurdas e decisões táticas importantes. Apenas nos últimos seis dias, ele tirou da cartola pelo menos quatro clutches incríveis.

Graças à liderança do Verdadeiro e a um trabalho coletivo consistente do restante da MIBR, a equipe foi aos playoffs da Pro League das Américas e, nessa terça-feira (14), se garantiu na grande final da FLASHPOINT. Reveja abaixo os lances absurdos de FalleN.

1v4 contra FURIA (EPL)

No clássico brasileiro, a MIBR foi superada pelos compatriotas da FURIA, mas caiu atirando, trocadilhos à parte. No round 25 do segundo mapa, Mirage, quando os furiosos venciam por 14 a 10, o jogo parecia perdido e FalleN se viu sozinho no mundo no bomb B. Ele não apenas matou dois jogadores, como segurou a chegada de outros dois e levou a rodada.

1v2 contra Orgless

Depois da eliminação para a FURIA, a MIBR teve de sacodir a poeira já no dia seguinte, pois havia mata-mata diante do valente time da Orgless pela FLASHPOINT. A série foi muito complicada, com os brasileiros vencendo no mapa de escolha dos adversários e perdendo no seu, deixando tudo para ser decidido na Dust2. Eis que o cérebro gigante de FalleN entrou em ação. Como bem disse o narrador, “é aula”.

Ace contra HAVU

No prosseguimento da chave de vencedores da FLASHPOINT, a MIBR enfrentou sua série mais complicada até então, diante dos finlandeses da HAVU. Depois de serem amassados no próprio mapa de escolha, Vertigo, os brasileiros suaram para levar a md3 ao terceiro mapa, com um comeback heróico na Dust2 e uma vitória por pouco na prorrogação. Um dos lances mais marcantes foi um ace de FalleN que levou os narradores gringos à loucura.

Bagunça contra MAD Lions

Por fim, diante dos adversários melhores ranqueados do torneio, os dinamarqueses da MAD Lions, o esquadrão brazuca não sentiu a pressão e foi muito consistente durante toda a série. Novamente na Dust2, o awper tupiniquim teve um desempenho importante para garantir a equipe na grande final. Abaixo, alguns momentos importantes, incluindo um 1v2 decisivo do Verdadeiro (a partir de 3:53).

Essa última performance, inclusive, rendeu comentários de outros jogadores importantes do cenário, como o francês Dan “apEX”, da Team Vitality.