Esports se tornam solução para futebol, NBA e F1 continuarem

Atletas profissionais aderiram aos campeonatos pela internet em tempos de isolamento social

Os principais torneios de esportes tradicionais do mundo estão parados devido à pandemia do novo coronavírus. Até os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados para 2021. Em um cenário de isolamento social como medida preventiva, as estrelas das diferentes modalidades recorreram aos jogos eletrônicos para preencher o vácuo criado.

Campeonatos de grande apelo, como a NBA e a Fórmula 1, criaram torneios online com os simuladores de seus respectivos esportes, gerando grande apelo tanto entre os fãs dessas modalidades tradicionais quanto entre os adeptos dos esportes eletrônicos.

Veja alguns esportes que se adaptaram ao covid-19:

Futebol

Com o futebol na Espanha paralisado desde março, estrelas de La Liga, o campeonato nacional, disputaram o LaLiga Santander Challenge. O vencedor foi Marco Asensio, meia do Real Madrid. No último jogo, mais de 1 milhão de pessoas acompanharam a vitória de 4 a 1 sobre o ponta direita Aitor Ruibal, do Leganés. 

O evento serviu também para arrecadar dinheiro no combate ao coronavírus. Foram obtidos 180 mil euros em doações. Por conta do contrato com a Konami, desenvolvedora de PES 2020, Barcelona e Mallorca não disputaram o torneio, idealizado pelo streamer espanhol Ibai Llanos.

Na Inglaterra também houve engajamento graças ao período de paralisação. Luke Lambourne, social media do Leyton Orient, da quarta divisão do país, propôs a organização de um campeonato online. A iniciativa viralizou e reuniu 128 times do mundo inteiro. A competição está em disputa desde 22 de março, com nomes como os atacantes Andros Townsend, do Crystal Palace, e Neal Maupay, do Brighton.

Clubes ingleses, a exemplo do Manchester City participam, mas também equipes da Austrália, Estados Unidos, Itália, Áustria e outros países. A competição pretende levantar doações para times de pequena expressão da Inglaterra e para o Fundo de Resposta para o covid-19, criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Basquete

Se não há ginásios cheios, resta aos fãs acompanharem o NBA 2K20 Player Tournament. São 16 jogadores profissionais da liga americana de basquete disputando uma competição que tem até transmissão na ESPN. 

Atletas como Kevin Durant (Brooklyn Nets), Trae Young (Atlanta Hawks), Hassan Whiteside (Portland Trail Blazers), Donovan Mitchell (Utah Jazz) e Devin Booker (Phoenix Suns) estão na disputa. A final ocorrerá no próximo sábado (11/04/2020). 

Automobilismo

O Rush Arena noticiou semanas atrás que a Fórmula 1 promoveria uma liga de esports em substituição às provas canceladas e adiadas. Até agora, duas corridas disputadas no F1 Esports Virtual GP, com vitórias do chinês Guanyu Zhou, piloto de testes de Renault, e de Charles Leclerc, monegasco titular da Ferrari.

As corridas tiveram participações inusitadas, como do goleiro do Real Madrid Thibaut Courtois e do cantor Liam Payne, ex-One Direction. Houve bons índices de audiência nas duas disputas, com a última corrida chegando a 180 mil espectadores simultâneos no Youtube. Os participantes fizeram uso do F1 2019. Veja como foi a última prova.

Nada, contudo, se comparou por enquanto à Nascar. Mais de 900 mil pessoas assistiram ao mesmo tempo à primeira corrida na Fox Sports dos Estados Unidos (isso mesmo, na televisão). Até agora foram disputadas três corridas pelo iRacing, simulador oficial da categoria.

Também pelo iRacing, a Formula Indy aderiu aos esports. Estão previstas seis corridas, com direito à transmissão pela NBCSN e a equipe oficial de transmissão de transmissão da emissora.